Em reunião com o embaixador do Irã, parlamentares evangélicos pedem informações sobre a situação de Yousef Nadarkhani












A Frente Parlamentar Evangélica se reuniu ontem, 06/03, com o embaixador do Irã no Brasil, Mohammad Ali Ghanezadeh, para discutir o caso do pastor iraniano Yousef Nadarkhani e confirmar informações sobre o caso. Compareceram à reunião o senador Magno Malta, o deputado e pastor Marco Feliciano, deputado Eduardo Cunha, Deputado Paulo Freire, entre outros.

As informações iniciais davam conta de que Nadarkhani teria sido condenado à morte por apostasia, com base na lei Sharia. Porém, na reunião o embaixador Ghanezadeh informou que as acusações contra Nadarkhani são outras: “Pesa a tristeza de que há, segundo o embaixador, outras acusações como roubo e envolvimento com prostituição”, publicou no Twitter o pastor e deputado federal Marco Feliciano.


Ainda segundo as publicações do deputado Feliciano no Twitter, o embaixador iraniano assegurou que não há condenação de morte contra Nadarkhani, pois apesar da lei islâmica prever isso para muçulmanos que abandonem a religião, a lei civil do país o protege dessa pena: “Questionei [ao embaixador] se na lei civil do Irã existe punição com pena de Morte se houver crime de apostasia. Ele respondeu que na lei do Islã (religiosa) existe sim, mas na lei civil não há. Por isso pedi contato com os advogados do Pr. Yousef. É difícil, mas estamos tentando”, afirmou o deputado.

Na reunião ficou decidido que o senador Magno Malta irá auxiliar o embaixador do Irã no caso de um iraniano preso aqui no Brasil, e fará a ponte entre o governo iraniano e o Ministério da Justiça. Em troca o embaixador fará os contatos necessários para que os deputados da Frente Parlamentar Evangélica consigam contatos com os advogados do pastor Yousef, além de informações oficiais do governo sobre as condições legais dele.

Segundo os parlamentares, foi solicitado que a Embaixada do Irã divulgue uma nota oficial sobre o caso, esclarecendo as circunstâncias do caso e trazendo luz às especulações em torno da situação. Porém, até o fechamento desta matéria, a nota ainda não havia sido divulgada.

A Frente Parlamentar Evangélica divulgou em seu blog nota informando que a bancada evangélica no Congresso voltará a se pronunciar na tribuna cobrando novas informações sobre o caso.

O senador Magno Malta declarou em entrevista à Agência Senado que a reunião foi bastante produtiva e se manterá atento ao desenrolar dos fatos: “Saí de lá aliviado. Não vi mentira nos olhos do embaixador. Não está condenado à morte por forca. Ainda há processo em andamento e nós vamos ficar monitorando”.

Redação Gospel+

Pastor Silas Malafaia anuncia que apresentará programa especial com “denuncias graves contra a ditadura gay”









O pastor Silas Malafaia anunciou que dedicará uma edição do programa Vitória em Cristo para fazer denúncias ligadas ao ativismo homossexual e ao que chamou de “ditadura gay”.

Silas Malafaia tem sido um dos principais opositores dos projetos de lei e ações tomadas por ativistas gays que visam punir pessoas que pensem e opinem de forma diferente dos anseios dessa parcela da população.

Segundo informações do site Verdade Gospel, Silas Malafaia classificou o programa como “imperdível” e disse que as informações que divulgará são extremamente importantes.

Dirigindo aos evangélicos e católicos, Malafaia afirmou que a “ditadura gay” quer fazer com que opositores a seus princípios sejam calados e convocou os fiéis a divulgarem nas redes sociais a veiculação das denúncias em seu programa, que irá ao ar no dia 07/04: “Será um programa esclarecedor tanto para os evangélicos como para os católicos praticantes. Querem a todo custo calar a voz do povo de Deus”.

Silas Malafaia é alvo de uma ação do Ministério Público, que quer que o pastor conceda direito de resposta aos ativistas gays e se retrate com relação às suas declarações de protesto contra atitudes de participantes da Parada Gay, que segundo ele, teriam profanados símbolos católicos durante o evento. Na ocasião, Malafaia afirmou que a Igreja Católica deveria “entrar de pau em cima desses caras” e “baixar o porrete” em reação à manifestação durante a Parada Gay.

Redação Gospel+

Conselho de Psicologia estaria cometendo crimes de prevaricação, imoralidade pública e falsidade ideológica ao censurar psicóloga evangélica Marisa Lobo












O advogado Klauber Cristofen Pires escreveu um artigo falando sobre o ultimato recebido pela psicóloga evangélica Marisa Lobo para que ela não expressasse mais sua fé na internet. No texto o advogado afirma que o Conselho Federal de Psicologia estaria, nesse caso, cometendo crimes de prevaricação, imoralidade pública e falsidade ideológica.

Pires começa seu texto criticando as organizações profissionais, que, segundo ele, “obtiveram o status de autarquias competentes para legislar sem representatividade popular e à revelia da Constituição”. O advogado acusa ainda essas instituições de “promover o mais jurássico corporativismo e a mais descarada transformação ideológica da sociedade, via filtragem seletiva e/ou legislação administrativa”.

Antes de falar diretamente do caso da psicóloga, Pires comenta sobre a OAB, afirmando que a prova imposta pela entidade aos recém-formados impede a atividade de muitos “bacharéis a quem o Ministério da Educação, isto é, o estado brasileiro, tem fornecido diplomas que atestam sua a conclusão do curso e consequentemente, a capacidade para o exercício de suas atividades”. Como exemplo da atuação das entidades de classe, Pires destaca o caso de Marisa Lobo e a reação que o caso tem causado na bancada evangélica.

Segundo Pires, o Conselho de Psicologia estaria exercendo “protagonismo ideológico” por ter à sua disposição a “prerrogativa de manipulação da consciência humana”.

Criticando uma nota do Conselho Federal de Psicologia sobre “Psicologia e religiosidade no exercício profissional” o advogado falou da laicidade do estado afirmando que “o laicismo se resume ao estado, ficando a sociedade à vontade para fazer uso do direito de associação, de modo que os crentes se unam em torno da construção de instituições segundo a concepção de mundo e de sua fé”. Ele lembrou ainda que tais organizações religiosas são responsáveis por instituições de abrigo e de cuidados de pessoas especiais, de creches, escolas e hospitais, muitas das quais são reconhecidas como as melhores do país.

O advogado falou ainda da liberdade de escolha do paciente em ser tratado ou não por um profissional religioso e concluiu dizendo que o “Conselho Federal de Psicologia usurpa os direitos políticos dos seus associados”.

Pires finalizou se texto rogando a “Deputados e Senadores, especialmente os evangélicos, católicos e da oposição, bem como ao Ministério Público Federal, para que representem contra o Conselho Federal de Psicologia e seus atuais mandatários sob a acusação de prevaricação, falsidade ideológica e abuso de poder”.

Fonte: Gospel+

Conar pode tirar do ar comercial de Red Bull que causou polêmica por ironizar milagre de Jesus Por Dan Martins em 8 de março de 2012














O comercial de Red Bull que desacredita o milagre de Jesus em andar sobre as águas pode ser retirado de circulação por causa de reclamações feitas por religiosos. O Conar (Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária) está examinando mais de 50 reclamações de pessoas que se sentiram ofendidas pelo anúncio e, caso o conteúdo seja considerado inadequado, ele poderá ser modificado ou mesmo tirado do ar.

O vídeo, de cerca de 30 segundos, foi feito como um desenho animado e mostra Jesus no barco com dois discípulos que, aparentemente, estão pescando, quando ele se mostra entediado e se levanta falando que vai para casa, e sai andando sobre as águas. Pedro questiona como ele consegue fazer aquilo e o outro discípulo fala que ele tinha tomado Red Bull. Porém Jesus responde falando que apenas estava andando onde tinha pedras.

A peça publicitária foi duramente criticada por evangélicos, e agora a Arquidiocese do Rio informou, através de sua assessoria de imprensa, que está analisando o caso juridicamente.

O Departamento de Comunicação da RedBull afirma, segundo o portal Extra, que “o comercial não tem nenhuma conotação negativa com a religião. E que, na verdade, é um comercial que faz uma brincadeira com o próprio produto, ao dizer que ele não precisou tomar RedBull, apenas usou as pedras para caminhar pela água”.

Fonte: Gospel+

Barack Obama recebe “Pergaminho de Ester” como presente do Primeiro Ministro de Israel















O presidente americano Barack Obama foi presenteado pelo Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, com um tomo hebraico antiquíssimo que explica a trama pérsia para destruir os judeus. Conhecido como Pergaminho de Ester, o objeto contém a história de Ester, que impediu que a população judaica fosse destruída pelos pérsios, há 2500 atrás.

A passagem bíblica sobre Ester é uma parte importante da cultura judaica, e é comemorada até hoje em um feriado denominado Purim. Durante esse feriado os judeus costumam comemorar a data lendo o pergaminho conhecido por eles como Megillah, é nessa cerimônia que celebram a vitória e o livramento do povo judeu diante das ameaças persas e a derrota de seus inimigos.

Para explicar a importância do presente, Netanyahu citou o capítulo nove do livro de Ester que diz, em seu quinto versículo: “Feriram, pois, os judeus a todos os seus inimigos, a golpes de espada, com matança e com destruição; e fizeram dos seus inimigos o que quiseram”. Segundo a Reuters, o ministro se referiu ainda aos atuais conflitos religiosos entre estes povos com a afirmação: “Desde então eles já tentaram nos destruir”.

“O povo judeu ainda corre perigo com as ameaças do Irã e com a possibilidade daquele país usar armas nucleares contra Israel,” acrescentou o ministro, que falou também das lições aprendidas através da era nazista, quando mais de seis milhões de judeus foram assassinados pelos alemães.

Segundo o The Christian Post, Obama usou a reunião também para prometer que irá intervir contra o Irã em uma tentativa de impedir a construção de uma bomba atômica que pode ser usada contra Israel.

Fonte: Gospel+

Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.