Cineasta israelense destrói Templo de Salomão da Igreja Universal; Assista Publicado por Tiago Chagas em 28 de agosto de 2014




O Templo de Salomão da Igreja Universal acabou de ser inaugurado e já foi destruído. Pelo menos na ficção.
A artista e cineasta israelense Yael Bartana está produzindo um filme que simula a demolição da nova sede da Igreja Universal do Reino de Deus, como se fosse uma repetição profética do passado, quando os dois templos erguidos em Israel foram destruídos.
O primeiro templo foi construído pelo rei Salomão e foi destruído no ano 584 a.C. Já o segundo templo acabou demolido em 64 d. C, dando origem ao atual Muro das Lamentações.
De acordo com a revista Veja SP, a destruição imaginada pela cineasta israelense acontece durante os 22 minutos do filme Inferno, um curta-metragem filmado no barracão de uma escola de samba de São Paulo.
Bartana visitou as obras do Templo de Salomão idealizado por Edir Macedo em 2013, e a partir do que viu e documentou, reproduziu os espaços que precisaria para filmar e montou a ficção que mostra o megatemplo sendo destruído pelo fogo e desmoronando.
No filme, o lugar que ocupava o Templo de Salomão vira uma espécie de Muro das Lamentações brasileiro, e se torna destino de romarias de fiéis que vão ao local fazer suas orações.
A exibição do curta-metragem acontecerá a partir do dia 06 de setembro, na 31ª Bienal de São Paulo. Em 2014, a exposição tem como tema “a influência da arte sobre o mundo”, e mostrará, dentre outras, a cidade de São Paulo como personagem de muitos trabalhos que serão expostos.
Assista a um trecho do filme Inferno, de Yael Bartana:





Templo de Salomão

A nova sede da Igreja Universal do Reino de Deus foi construída ao longo de quatro anos, e custou R$ 680 milhões, que foram doados à denominação pelos fiéis através de dízimos, ofertas e contribuições especiais.
Inaugurado no dia 31 de julho de 2014, abriga 10 mil pessoas e conta com um luxuoso apartamento de mais de mil M², onde o fundador da Universal, bispo Edir Macedo, vive com sua esposa.

Adolescente cristã é suspensa de escola por dizer “Deus te abençoe” a colega - Publicado por Tiago Chagas




“Deus te abençoe”. A frase comum aos cristãos causou a suspensão de uma aluna na cidade de Dyesburg, no estado norte-americano do Tennessee.
A adolescente Kendra Turner, matriculada na Dyer County High School, disse a frase para uma colega quando esta espirrou, expressando o desejo de que a colega ficasse saudável. No entanto, a professora entendeu que era impróprio e ordenou que a aluna deixasse a aula imediatamente e fosse para a sala da direção, onde recebeu uma suspensão.
No Brasil, quando alguém espirra, o termo mais comumente usado nestas circunstâncias é “saúde”. Já nos Estados Unidos, a frase mais usada é “Deus te abençoe”, devido a uma tradição cultural iniciada ainda na Europa, em 590 d. C., quando o papa Gregório I ordenou aos fiéis católicos que desejassem a benção divina a qualquer pessoa que manifestasse sintomas de doenças, incluindo a peste bubônica.
Em entrevista à emissora WMC TV, Kendra afirmou que a frase “Deus abençoe” faz parte de uma lista de expressões que a direção da escola proibiu: “Nós não estamos autorizados a dizer expressões como ‘Deus te abençoe’; ‘Desculpe. Foi minha culpa’; ‘rolê’; ‘idiota’; ‘estúpido’ e coisas assim”.
A adolescente disse que a professora não levou em consideração a questão cultural: “Ela perguntou por que eu disse isso, e eu disse a ela que eu estava sendo educada. Então ela me perguntou quem me disse que aquela expressão era sinal de cortesia, educação. Eu disse a ela que o meu pastor e meus pais me ensinaram a agir assim”, resumiu Kendra.
A aluna contou com apoio da igreja Assembleia de Deus que frequenta com os pais. A denominação promoveu um debate sobre liberdade religiosa e Kendra afirmou que não gostaria que a professora fosse tratada de forma hostil, apesar de sua atitude. “Eu quero que seja permitido falar sobre Deus na escola. Eu quero que eles percebam que Deus está no controle e eles não. Eu também não quero que a professora seja atacada, porque esse é o tipo de comportamento seria prejudicial e desrespeitoso”, concluiu.

Em defesa da lei russa contra a propaganda homossexual Bryan Fischer





A Rússia, como o mundo agora já sabe, recentemente aprovou uma lei que proíbe a propaganda homossexual direcionada aos jovens. O país não quer adolescentes persuadidos a manifestar comportamentos anormais e perniciosos como perfeitamente normais. Bom para eles. E embora a sodomia seja legal na Rússia desde 1993, os novos legisladores a tornaram ilegal entre os adolescentes. Bom para eles.
Há sanções legais por violar essa lei, o que enfureceu atletas olímpicos que queriam esfregar sua opção sexual na cara de todos, inclusive durante as Olimpíadas de Inverno de 2014 na Rússia.
O que devemos compreender dessa lei? Até mesmo as organizações pró-família nos EUA estão em silêncio sobre esse caso, talvez surpresas com a possibilidade de um país antes comunista estar à frente deles em questões de moralidade pública. Talvez estejam nervosas quanto à aprovação de fato de uma política pública que implemente pelo menos parte da mensagem que estamos comunicando há anos.
Agora, considerando que a conduta homossexual é legal na Rússia desde 1993, os atletas sabem claramente que não há o que temer da parte das autoridades russas quanto à prática privada de suas inclinações sexuais. Eles serão livres para se envolver em todo o sexo anormal que quiserem, contanto que o mantenham dentro do quarto e fora das ruas.
Isso, como sempre nos disseram, é tudo o que os homossexuais querem: ser deixados em paz e com o governo fora de seus quartos. E isso é o que terão na Rússia. Mas só isso não basta para eles. A não ser que possam ostentar sua sexualidade não normativa em público e forçar toda a sociedade não somente a tolerar, mas endossar seu comportamento, eles não ficarão satisfeitos.
Vale notar que não existe autorização nessa lei para atacar homossexuais. Agressões ainda são crime na Rússia, e qualquer ataque deve ser punido com todo o rigor da lei, independente da preferência sexual das vítimas. A solução para a depravação não é uma justiça paramilitar.
Mas a Rússia tem todas as razões para se preocupar com as tentativas de atrair adolescentes para o estilo de vida homossexual. Um relatório alarmante do Centro de Controle e Prevenção Doenças (nota: que não integra a vasta conspiração de extrema-direita) revela os enormes riscos à saúde para adolescentes que são ludibriados a pensar que a sodomia é uma alternativa perfeitamente normal ao heterossexualismo.
Eis apenas alguns dos detalhes chocantes. Adolescentes gays e lésbicas têm:
* Chances mais de três vezes maiores (23,7% contra 7,2%) que estudantes heterossexuais de já terem sido forçados a ter relações sexuais;
* Três vezes mais chances de ter tido relações sexuais com quatro ou mais pessoas (29,9% contra 11,1%);
* Quatro vezes mais chances de ter tido relações sexuais antes dos 13 anos (19,8% contra 4,8%);
* Metade de chances de utilizar preservativo durante a relação sexual (35,8% contra 65,5%);
* Quase três vezes mais chances de ter sofrido violência no relacionamento (27,5% contra 10,2%);
* Cinquenta por cento mais de chances de já ter se sentido triste ou desesperado (41,3% contra 24,8%);
* Três vezes mais chances de ter cogitado seriamente o suicídio (29,6% contra 11,7%);
* Quatro vezes mais chances de ter tentado de fato o suicídio (25,8% contra 6,4%);
* Três vezes mais chances de fumar mais de dez cigarros por dia (27,8% contra 9,1%);
* Cinquenta por cento mais chances de consumir maconha (34,5% contra 21,8%);
* Oito vezes mais chances de consumir cocaína (16,6% contra 1,8%);
* Três vezes e meio mais chances de usar drogas inalatórias (26,1% contra 7,6%);
* Cinco vezes mais chances de ter usado ecstasy (22,9% contra 4,6%);
* Nove vezes mais chances de ter usado heroína (17,7% contra 1,8%);
* Seis vezes mais chances de ter usado anfetamina (22,9% contra 4,6%);
* E dez vezes mais chances de ter usado drogas ilegais injetáveis (14,9% contra 1,5%).
Em minha nomeação para eufemismo do ano, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças conclui em seu relatório: “Comparado com estudantes que não são minorias sexuais, um número desproporcional de estudantes que integram minorias sexuais se envolvem em uma ampla gama de comportamentos arriscados para a saúde”.
Isso é verdade com relação às práticas sexuais, à violência dos relacionamentos íntimos, aos pensamentos suicidas, à depressão e ao abuso de todo tipo de substância. Em outras palavras: isso não é uma alternativa normal e saudável ao heterossexualismo.
São patologias catastróficas associadas ao comportamento homossexual entre adolescentes, e qualquer sociedade que se importa com os jovens fará tudo em seu poder para desviá-los desse estilo de vida autodestrutivo. Gastamos bilhões para tentar convencer os jovens para não adquirirem o hábito de fumar. Vamos começar a gastar bilhões para convencê-los a não adotarem o sexo gay.
Resultado: pela primeira vez na minha vida, digo que é hora de sermos mais como a Rússia.
Traduzido por Luis Gustavo Gentil do original do Renew America: In defense of Russia’s law on homosexual propaganda

Prioridades do PV: aborto e maconha Por Thiago Cortês







http://www.sitewilsonmonteiro.com/wp-content/uploads/2014/08/eduardo_jorge.jpg

Os brasileiros estão preocupados com o aumento da violência, a péssima qualidade da rede pública de saúde, a volta triunfal da inflação, o sucateamento das escolas públicas, entre outros temas urgentes, mas o presidenciável do Partido Verde (PV), Eduardo Jorge tem como prioridades a legalização do aborto e das drogas.
É incompreensível que tantos evangélicos se deixem encantar pelo discurso progressista dos verdes. Eduardo Jorge personifica a esquizofrenia moral da esquerda: quer a legalização do aborto de bebês humanos, mas defende os filhotes de tartarugas marinhas.
Eduardo Jorge é como os verdes clássicos: lutam pelo meio-ambiente, mas acham que é cruel salvar a vida de humanos que não podem se defender.
A legislação [em relação ao aborto] é cruel. Ela coloca 800 mil mulheres à própria sorte, procurando clínicas clandestinas e morrendo ou ficando com sequelas, disse Eduardo Jorge, após ouvir do adversário Aécio Neves (PSDB) que, se eleito, não mudaria a lei que trata do assunto.
Não por acaso, a imprensa dita “progressista” celebrou as frases de efeito do candidato à presidência do Partido Verde no debate da Band. Eduardo Jorge foi comparado ao presidente do Uruguai, Pepe Mujica, que liberou a maconha em seu país.
A postura do candidato lembra o presidente do Uruguai, Pepe Mujica, famoso mundialmente pelas mesmas bandeiras. Ele fez do país o segundo da América Latina a descriminalizar o aborto (o primeiro foi Cuba) e, no ano passado, legalizou o uso da maconha e o cultivo de pequenas quantidades da erva.
O presidenciável do PV acredita que uma vez que o plantio e o cultivo de maconha sejam legalizados no Brasil, os traficantes vão desistir e mudar de ramo. Ou, é claro, vão se reinventar como micro-empreendedores.
Nada de renúncia ou sacrífico, o PV defende uma cultura de hedonismo típica dos anos 1960:
Sobre a maconha, o candidato, que ao se apresentar lembrou ser médico há 40 anos, disse ser favorável à legalização como forma de acabar com o tráfico de drogas. Segundo ele, a política atual antidrogas só beneficia os barões do crime. Já sobre o crack, ele afirmou ser contra a legalização. Nas considerações finais, Eduardo Jorge defendeu uma cultura de “paz e amor”.
Por fim, ele se despediu defendendo a “cultura de paz”. “Paz e amor não quer dizer covardia. Paz e amor são as ideias de gente como John Lennon. (…) E o PV é revolucionário em vários aspectos, com uma cultura de paz transformando a cultura de guerra”, disse.
É este o retrato do Partido Verde: uma ingenuidade que chega a ser criminosa. O Brasil não resolveu questões essenciais como o saneamento básico, acesso a saúde pública, educação de qualidade, mas aqui estão os verdes querendo nos transformar em holandeses.
O Judiciário é extremamente ineficiente. A rede pública de saúde não funciona. E ambos ficariam congestionados em caso de legalização das drogas – em outros países isso ocorreu em escala menor, mas justamente porque as instituições funcionam melhor.
O PV é como Eduardo Jorge: boa-pinta, carismático, mas com intenções fatais para o Brasil.


* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos 
respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.

REFLEXÃO SALMO 94





1 ¶ Ó Senhor Deus, a quem a vingança pertence, ó Deus, a quem a vingança pertence, mostra-te resplandecente.
2 Exalta-te, tu, que és juiz da terra; dá a paga aos soberbos.
3 Até quando os ímpios, Senhor, até quando os ímpios saltarão de prazer?
4 Até quando proferirão, e falarão coisas duras, e se gloriarão todos os que praticam a iniquidade?
5 Reduzem a pedaços o teu povo, ó Senhor, e afligem a tua herança.
6 Matam a viúva e o estrangeiro, e ao órfão tiram a vida.
7 Contudo dizem: O Senhor não o verá; nem para isso atenderá o Deus de Jacó.
8 Atendei, ó brutais dentre o povo; e vós, loucos, quando sereis sábios?
9 Aquele que fez o ouvido não ouvirá? E o que formou o olho, não verá?
10 Aquele que argüi os gentios não castigará? E o que ensina ao homem o conhecimento, não saberá?
11 O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são vaidade.
12 ¶ Bem-aventurado é o homem a quem tu castigas, ó Senhor, e a quem ensinas a tua lei;
13 Para lhe dares descanso dos dias maus, até que se abra a cova para o ímpio.
14 Pois o Senhor não rejeitará o seu povo, nem desamparará a sua herança.
15 Mas o juízo voltará à retidão, e segui-lo-ão todos os retos de coração.
16 Quem será por mim contra os malfeitores? Quem se porá por mim contra os que praticam a iniquidade?
17 Se o Senhor não tivera ido em meu auxílio, a minha alma quase que teria ficado no silêncio.
18 Quando eu disse: O meu pé vacila; a tua benignidade, Senhor, me susteve.
19 Na multidão dos meus pensamentos dentro de mim, as tuas consolações recrearam a minha alma.
20 Porventura o trono de iniquidade te acompanha, o qual forja o mal por uma lei?
21 Eles se ajuntam contra a alma do justo, e condenam o sangue inocente.
22 Mas o Senhor é a minha defesa; e o meu Deus é a rocha do meu refúgio.
23 E trará sobre eles a sua própria iniquidade; e os destruirá na sua própria malícia; o Senhor nosso Deus os destruirá.



REFLEXÃO






Tu, Senhor, guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme, porque em ti confia.

Isaías 26:3

 

 

Pensamento: Enquanto seja ingênuo, por um lado, pensar que confiar em Deus faz com que todos os nossos problemas sumir — cristãos têm muitos dos mesmos problemas que pessoas que não acreditam têm porque são seres humanos — por outro lado, é verdade. Se confiarmos em Deus, acreditamos que o nosso trabalho está nas mãos dele e que, no fim, compartilharemos na sua presença vitoriosa e gloriosa. Significa que as nossas vidas não são vividas em vão. Isso não é apenas confiança; é a fundação da verdadeira paz — viver a vida ao máximo sabendo que importa, e não precisamos ficar ansiosos sobre os resultados. 


Oração: Todo Poderoso Pai da Paz, obrigado por me dar a segurança que a minha vida não será em vão. Que eu possa compartilhar essa paz com outros hoje. Em nome de Jesus, meu Príncipe da paz, eu oro. Amém.

 http://www.iluminalma.com.br

Confira os alimentos antienvelhecimento e antioxidantes - Alerta contra o cancer.


 






Eles são chamados assim porque estão cheios de antioxidantes. Saiba como agem esses compostos que ajudam a combater os sinais da idade e a proteger o corpo de doenças

Getty Images Alimentos antioxidantes: eles ajudam a prevenir o envelhecimento das células e até a evitar doenças
Getty Images
Alimentos antioxidantes: eles ajudam a prevenir o envelhecimento das células e até a evitar doenças
Eles ficaram famosos pela capacidade de combater os radicais livres no organismo e com isso retardar o envelhecimento das células.
Mais recentemente, pesquisas indicam que, inseridos na alimentação diária, ao antioxidantes auxiliam na boa saúde do organismo e podem inclusive ajudar a proteger o organismo do câncer e de doenças do coração.
Os efeitos dos antioxidantes na prevenção de doenças crônicas têm sido estudados há alguns anos, informa a nutricionista Milene Amarante Pufal, do Centro da Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital São Lucas da PUCRS.
“A função deles é combater os chamados radicais livres, que afetam negativamente o organismo e são produzidos naturalmente pela respiração e na produção de energia”, explica Milene.
Entre os alimentos mais ricos em antioxidantes estão os vegetais verdes folhosos – especialmente as ervas aromáticas. Sobre isso, aliás, a nutricionista dá uma dica importante: eles são melhor aproveitados quando o alimento que os contém é ingerido in natura.
As principais vitaminas antioxidantes são A, C e E, ensina a nutricionista Karina Barros. Portanto, frutas e verduras em geral são alimentos ricos nestas substâncias.
“Entre elas, algumas são capazes de agir combatendo os radicais livres, como o licopeno, encontrado no tomate, e os polifenóis, encontrados em chás, suco de uva, azeite de oliva e frutas oleaginosas” diz Karina.
Os cientistas no Instituto Nacional do Envelhecimento, uma divisão dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos criaram um método para medir a capacidade antioxidante de alimentos, a tabela ORAC (do inglês, Oxygen Radical Absorbance Capacity).
“O método ORAC é interessante para saber a capacidade de antioxidação de um alimento, mas ter uma dieta saudável e variada já é capaz de garantir o equilíbrio entre as substâncias oxidantes e antioxidantes no organismo”, ressalta a nutricionista Karina Barros, lembrando que é importante haver equilíbrio entre os compostos oxidantes e antioxidantes para a manutenção da boa saúde.
Elas são ricas em antioxidantes
“Quando há um desequilíbrio entre essas substâncias e um excesso de radicais livres formados, ocorre o estresse oxidativo. É ele que danifica as células e os tecidos, e pode ser responsável pelo início do envelhecimento precoce e de muitas doenças”, esclarece a nutricionista.
Conheça os principais compostos antioxidantes encontrados nos alimentos:
Vitamina E – também previne a oxidação da LDL, o mau colesterol. É encontrada em: avelãs, nozes, sementes, óleo de peixe
Vitamina C – também age nutrindo as células e protegendo-as de danos causados pelos oxidantes. É encontrada em: morango, laranja, abacaxi ou kiwi
Carotenoides – o betacaroteno e o licopeno pertencem a este grupo. São encontrados em: cenoura, frutas vermelhas, tomate, abóbora, damasco, beterraba, pitanga, mamão, manga e batata-doce
Polifenois – o resveratrol e os flavonoides são os principais integrantes do grupo. São encontrados em: alface roxa, couve, chocolate, canela, orégano, azeite, chá, rúcula, espinafre, brócolis, uva, banana, goiaba, gengibre, nozes, cravo e vinho tinto
Veja nossa postagem anterior com os alimentos citados -> http://www.combateaocancer.com/2012/12/cores-dos-vegetais-sao-arma-da-dieta-anticancer/
Fonte: IG Saúde

Estado Islâmico mata 80 pessoas que não aceitaram se tornar muçulmanos O ataque fez com que os Estados Unidos bombardeassem a região para conter os jihadistas por Leiliane Roberta Lopes





Os jihadistas do Estado Islâmico continuam aterrorizando a vida dos não muçulmanos no Iraque. De acordo com a agência EFE, 80 pessoas foram mortas recentemente por não aceitarem se converter à religião.
As vítimas eram homens que viviam na aldeia de Kawju, perto da cidade de Sinyar. Testemunhas curdas afirmam que os militantes extremistas estavam em vários carros e cercaram os yazidis.
De acordo com o Diário de Notícias, os homens foram capturados e levados até o xeique tribal Ahmed Yasua sob a seguinte ameaça: ou se convertem ao islã ou morrem. Diante da recusa, os 80 homens foram mortos pelos militantes do EI.
Na semana passada algo semelhante aconteceu com 77 pessoas, sendo 33 delas mulheres e uma criança. Ao negarem trocar de religião, os yazidis foram mortos pelos jihadistas que estão tomando conta do país.
Dessa vez a atitude dos militantes poupou mulheres e crianças que foram levados para um lugar desconhecido, segundo a EFE. Nesse local devem estar escondidas cerca de 500 pessoas.
O relato desse massacre fez com que os Estados Unidos levassem suas tropas até a região e bombardeassem a área a fim de impedir que os jihadistas do EI continuem matando civis.
Um drone (dispositivo telecomandado) conseguiu destruir dois veículos do Estado Islâmico e os caças-bombardeios lançaram ainda bombas contra os militantes na cidade de Mossul, sendo este um dos maiores ataques já registrado desde a autorização da ação militar americana no país.


 http://noticias.gospelprime.com.br

ESTAMOS AMEAÇADOS.


"Você vai ser vítimas do inimigo que eles têm recebido (...) Vocês também estão em perigo." É o alerta do Bispo de Mosul (Iraque)
Insta a Europa para dar asilo aos cristãos perseguidos e ajuda ao desenvolvimento condicional ao respeito pela liberdade religiosa


Firma esta petición haciendo clic aquí

Foi horrível, Célia. O assassinato de transmissão do jornalista americano James Foley, me removido. A Sangue Frio. Com a maior das crueldades. Com todos os elementos de mídia para o máximo de impacto para fora: camisa laranja com microfone de lapela ... A câmera é imperturbável. Chocante! Um choque para a consciência ocidental.
By the way, não sei se você sabia que Foley era profundamente religioso e orar regularmente. Ele chegou a afirmar que a liberação de um dos seu seqüestro foi o resultado da oração. Ele dedicou sua vida a denunciar ao mundo os horrores da guerra. Descanse em paz.
Infelizmente assaltos, perseguições e assassinatos de cristãos de continuar. A Conferência Episcopal Europeia já tomou a palavra para o Papa Francisco e pediu às Nações Unidas para mobilizar.
No entanto, a União Europeia tem a oportunidade de fazer alguma coisa. Esta quinta-feira28 reunião informal. É claro, falar da crise francesa, o futuro do euro, as declarações de Dragui ... Mas a questão do Iraque e da perseguição dos cristãos também estar na agenda.
Esta é a nossa chance, Celia. Temos de garantir que a União Europeia oferece asilo aos cristãos perseguidos.
Se você assinou esta campanha, por favor, compartilhe com seus amigos e familiares. A situação para muitos de nossos irmãos perseguidos é vida ou morte. Literalmente.
Além disso, Celia, não é apenas solidariedade. É o auto-interesse. A advertência do bispo de Mosul (Iraque) é muito forte. Iran então para nós.
Eu não sei se você já teve a oportunidade de ler. Se você não tiver, eu vou compartilhar o que ele disse. Você está indo para tomar um sorvete. Eles são as palavras exatas do arcebispo de Mosul, Emil Shimoun, em uma entrevista na imprensa italiana:
"Por favor, você tem que entender. Seus princípios liberais e democráticos são inúteis aqui. Novamente, você deve considerar a realidade do Oriente Médio, como estão acolhendo um grande número de muçulmanos. Vocês também estão em perigo. Deveis para tomar decisões corajosas e difíceis. Mesmo o custo de contradizer seus princípios. você acha que todos os homens são iguais, mas não é verdade. Islão não dizer que todos os homens são iguais. Seus valores não são os seus valores. Se você não entender isso , você vai ser vítimas de um inimigo que eles acolheram em sua casa "
Não é só um problema europeu, Célia. No outro dia, um bispo de um país latino-americano confirmou que eu já havia comunidades do Islã radical alertou em seu país. Digo "confirmado" porque os dados tinham me dado um especialista enquanto INTERPOL.
Estamos jogando o nosso estilo de vida ocidental. Nem mais nem menos.
Se você é um crente, Célia, a oração é uma força incrível. É vigor. "Se Deus não edificar a casa, em vão se esforçar arquitetos." Para os crentes, Deus é quem constrói a paz, que é mais do que a ausência de guerra.
Obrigado, Celia, para apoiar esta campanha. Juntos construímos um mundo mais habitável para os nossos filhos.
Um grande abraço,
Luis Losada Pescadores e toda a equipe de CitizenGO


PD. Por favor, se você se inscreveu, compartilhe esta campanha entre os seus familiares e amigos. Na quinta-feira 28, podemos obter as instituições europeias, a fim de mobilizar!
PD2. By the way, você se lembra do médico espanhol que lhe falei, denunciando o "genocídio" no Iraque? Foi evacuado há poucos dias de ser objetivo do Estado islâmico. Radicalismo impõe o silêncio ...

Pentecostais do Brasil: Crescimento da igreja em risco por causa do socialismo





Julio Severo
A Associated Press publicou uma reportagem curiosa nesta semana. A reportagem disse:
O pentecostalismo era outrora visto como uma grande ameaça à Igreja Católica do Brasil. As igrejas pentecostais, muitas delas fundadas por evangélicos dos EUA, viram o número de seus membros dobrar mais de 12 por cento da população do Brasil durante a década de 1990, com cerca de metade dos membros estimados como ex-católicos.
Durante a década de 1990s, a economia do Brasil sofreu hiperinflação e outras desgraças, e as igrejas pentecostais ativamente recrutaram membros nas favelas e periferias das cidades brasileiras oferecendo conselhos práticos de melhoria de vida e ministério cristão.
Desde 2003, porém, as igrejas pentecostais estão vendo seu crescimento desacelerar. A percentagem de brasileiros se chamando pentecostais avançou lentamente de 12,5 por cento da população para 13,3 por cento.
O que é fascinante é que 2003 é a data em que o ex-presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva começou seu governo pró-aborto e pró-sodomia.
No passado, Lula e seu socialismo eram vistos como “demoníacos” pelos pentecostais. Por sua vez, os pentecostais eram vistos como “radicais” pelos protestantes.
No entanto, mediante os esforços de um ex-pastor superastro presbiteriano, que trabalhou para tornar Lula e sua ideologia agradáveis aos olhos dos evangélicos, os pentecostais começaram a fazer o que alguns grandes líderes protestantes (presbiterianos, luteranos, metodistas, etc.) vinham fazendo há décadas: marchar ao som da música marxista.
As igrejas protestantes nessa marcha são basicamente estagnadas, numérica e espiritualmente. O que não é de surpreender é que as igrejas pentecostais começaram a sofrer um crescimento lento depois de decidirem marchar com os protestantes.
Na eleição presidencial de 2002, pela primeira vez na história dos protestantes do Brasil, 500 grandes líderes protestantes, pentecostais e neo-pentecostais deram as mãos para eleger Lula.
O ex-superastro presbiteriano? Desde seu sutil trabalho progressista na década de 1990 para levar os pentecostais e neo-pentecostais para seguir a Teologia da Missão Integral (a variante protestante da marxista Teologia da Libertação), ele vem levando uma vida de desonra. Sua glória passada se desmoronou depois que escândalos financeiros e sexuais destruíram seu casamento e ministério no final da década de 1990.
Contudo, o desmoronamento moral dele aconteceu tarde demais para salvar pelo menos as igrejas pentecostais e neo-pentecostais das ideias progressistas dele adotadas pelos protestantes. Os pentecostais foram hipnotizados pelos seus persuasivos argumentos intelectuais progressistas, que trouxeram crescimento ideológico, mas nenhum crescimento espiritual. Eles se esqueceram das palavras do Apóstolo Paulo:
“Minha mensagem e minha proclamação não se formaram de palavras persuasivas de conhecimento, mas constituíram-se em demonstração do poder do Espírito”. (1 Coríntios 2:4 KJA)
Seduzidos pelos argumentos do superastro presbiteriano, muitos pentecostais e neo-pentecostais pararam de ver Lula, seu partido e o socialismo como “demoníacos”.
As consequências foram pavorosas. A ideologia e as políticas socialistas que Lula e seus camaradas injetaram no Estado brasileiro estão experimentando um crescimento extraordinário, enquanto os pentecostais e neo-pentecostais estão vendo a desaceleração de seu próprio crescimento.
Socialismo: o beco sem saída da igreja
Há alguma compatibilidade entre Cristianismo e socialismo? As igrejas que o adotam entregam seu crescimento a ele.
A reportagem da Associated Press não conseguiu reconhecer, mas 2003 é uma data inesquecível na história brasileira. Foi o ano em que Lula começou a governar com sua radical agenda politicamente correta de homossexualidade e aborto. Foi o ano que começou o crescimento desacelerado dos pentecostais.
O socialismo é uma religião, que exige você, sua família, seu bolso, sua saúde, seus filhos, a saúde deles, a educação deles, sua opinião, seus sonhos, etc.
A qualquer momento que algum grupo cristão o adota, fica mais fraco e o socialismo fica mais forte.
Os pentecostais do Brasil tiveram oportunidades abundantes de aprender essa lição com a trágica experiência esquerdista da CNBB e de muitos de seus irmãos protestantes, especialmente o ex-superastro presbiteriano, mas não quiseram.
Agora, eles não têm nenhuma escolha: terão de aprender com seus próprios pecados.

Por que matar o bebê com a síndrome de Down?





Julio Severo
Nenhum casal quer ganhar um bebê com doença. Mas o que fazer se nasce um bebê doente ou deficiente? Tratá-lo? Jogar fora como um objeto descartável?
Mais do que tratá-lo, a atitude mais humana seria amá-lo. E seria um amor contra-cultural, pois a cultura de hoje, profundamente consumista e hedonista, nos ordena rejeitar tudo o que atrapalha nossa vida de prazeres. Tudo: Filhos, cônjuges, casamento, Deus, etc.
Pr. Jânio Clímaco e seu filho João Pedro
Quase vinte anos atrás, um pastor presbiteriano me contou que um casal membro de sua igreja foi fazer exame pré-natal da esposa grávida. Ao verem que o bebê em gestação tinha a síndrome de Down, o médico prontamente aconselhou um aborto, sob o manto “sagrado” da discrição médica. O casal evangélico aceitou o “conselho” do médico.
O aborto não está legalizado no Brasil. Mas o “jeitinho brasileiro” consegue driblar até a ética médica. Com ou sem lei, dentro da privacidade de seu consultório, o médico pode fazer o que bem entender, pois só Deus o vê.
O casal evangélico saiu do consultório sem o “problema”, e continuou normalmente indo aos cultos e ouvindo as pregações, numa rotina de ouvir e não praticar.
Será que a consciência nunca lhes doeu? Não sei. Algumas mulheres relatam sofrimento e desgraças depois de um aborto, inclusive de um bebê deficiente. Leia o relato de Marie Ideson e de como o aborto de sua filha com síndrome de Down arruinou sua vida e destruiu seu casamento.
O pior não é quando membros de conseguem ocultamente se aproveitar da privacidade do consultório médico para matar seus filhos em gestação. O pior é quando um homem que se diz ensinador das coisas de Deus orienta publicamente o assassinato de bebês com síndrome de Down, concordando com a cultura que ter um bebê assim trará “sofrimento” ao casal. Caio Fábio, que já foi o maior pastor presbiteriano do Brasil, hoje está nessa posição, usando artifícios psiquiátricos a favor da cultura da morte, oferecendo suas soluções para tirar os “problemas” que atrapalham a vida.
Se a cultura da morte manda matar, os apóstatas dizem amém.
Se tivéssemos de descartar pessoas deficientes da nossa vida a fim de preservar nosso conforto, o que seria de um marido, ou esposa, ou filho já nascido anos que sofreu um acidente que exige o sacrifício de nossa vida?
Um pastor da Igreja da Vinha contou-me que, mesmo depois de convertido, ele era orgulhoso e duro. Mas tudo isso mudou quando nasceu seu filho com síndrome de Down, que exigiu dele toda a paciência do mundo. Essa criança lhe ensinou a dar amor, carinho e cuidados o dia inteiro, todos os dias. Como pastor, hoje ele é literalmente um “pastor”: ele cuida das ovelhas de sua igreja com toda a paciência e amor que aprendeu com seu filho deficiente.
Um bebê com síndrome de Down pode trazer bênçãos e transformações inesperadas.
Pr. Jânio Clímaco e seu filho João Pedro: carinho entre pai e filho
Em resposta ao artigo da mãe inglesa que, seguindo conselho médico, abortou a filha com síndrome de Down, Jânio Clímaco, pastor presbiteriano do Nordeste, fez contato comigo, dizendo:
Oi Júlio, Paz em Jesus.
Tenho frequentemente lido o que você coloca na internet e essa matéria veio como uma bomba no meu coração. Tenho um bebê com Down, como você mesmo pode me ver na foto com ele. Eu sou pastor presbiteriano em Recife, PE. Minha esposa é médica pneumologista. Temos outro filho, Lucas Emanuel, sem a síndrome que tem cinco anos e meio de idade, e João Pedro (carinhosamente chamado de John John) que tem dois anos, ele é portador de SD. Pois bem, descobrimos na gravidez que o nosso bebê nasceria com SD, com mais ou menos dois meses de gestação. Nunca nos passou na cabeça que deveríamos abortar. Recebemos indiretas de alguns amigos médicos, mas todos eles perceberam que isso era uma ofensa para nós.
Foi uma gravidez difícil, minha esposa quase morre e o bebê também, mas fomos até o fim pelo direito de nosso filho ter a vida. Pensávamos o seguinte: Se ele não fosse portador de SD agiríamos de que forma? Ficou fácil depois da clara resposta. Sempre entregamos tudo a Deus e confiamos nEle.
Ele era muito esperado e quando soubemos da SD choramos, lamentamos, mas entregamos a Deus porque Ele teria um plano maravilhoso para nos confiar uma criança como essa.
Hoje ele já tem dois aninhos completos agora em outubro passado e só nos trouxe alegria ao coração de seu pai, mãe e irmão. Ele é lindo (como você pode ver), doce e extremamente carinhoso. Ele é a alegria da casa e de nossa família. Não saberia viver sem ele hoje, confesso, mas ele tem Dono, somo apenas simples mordomos desse tesouro maravilhoso.  
João Pedro
Agradeço a Deus por ele existir em minha vida e não o troco por nenhuma criança sem SD neste universo. Tenho aprendido a cada dia a ser um ser humano melhor e a amar mais a Deus que da mesma forma me aceitou e me recebeu do jeito que eu sou. Na verdade, meu John John sempre será melhor do que eu, porque para entrar no céu tem que ser como uma criança. Confesso Júlio, como eu desejo ser assim quando me encontrar com o nosso Senhor Jesus quando as portas da eternidade se abrirem para mim.
Fonte: www.juliosevero.com

FILME EVANGÉLICO UMA RAZÃO PARA CANTAR COMPLETO DUBLADO

Luz de Fogo Filme evangelico

Os motivos do recrudescimento da perseguição aos cristãos Por Fabio Blanco





Chocou o mundo o vídeo que foi divulgado pelo grupo islâmico radical ISIS, com cenas da decapitação de um de seus reféns, o jornalista americano James Foley. Obviamente, as cenas são, além de impactantes, revoltantes. A violência daqueles jihadistas é de uma barbárie talvez comparável apenas a antigos povos guerreiros, mas, obviamente, em contexto completamente diverso.
Quem já há algum tempo acompanha a realidade da Igreja Perseguida pelo mundo, até que não se espantou tanto com o ocorrido com Foley, já que os cristãos vêm sofrendo martírios semelhantes, não apenas ali no Iraque, mas em outros lugares, como na Síria e na Nigéria.
O ambiente semelhante onde atuam esses grupos radicais é onde ocorre um vácuo de autoridade. Normalmente, são grupos que anseiam o poder em seus países de atuação e encontram pela frente, por motivos diversos, uma ausência de uma autoridade estabelecida ou sua fragilização. Este é o campo perfeito para atuarem e martirizarem as minorias pacíficas de religiões diferentes das suas (chamadas por eles de infiéis), principalmente cristãos.
Essas minorias invariavelmente são formadas por pessoas pacíficas, que praticavam suas religiões sem serem incomodadas. Não há relatos de milícias cristãs em nenhuma dessas localizações. No entanto, mesmo nestes casos, essa liberdade religiosa não existia por princípio daqueles países, mas apenas era tolerada pela autoridade vigente. Portanto, quando esta autoridade é retirada, o que era tolerância torna-se perseguição e a vida dos cristãos torna-se um verdadeiro inferno.
Não se trata, de maneira alguma, de guerra religiosa, como, muitas vezes, a mídia ocidental tenta descrever. É perseguição pura e simples. Os cristãos que são mortos, fuzilados. decapitados e até enterrados vivos não fizeram nada para sofrer tais penas. Não provocaram, não se insurgiram, não proclamaram independência. Nada! Simplesmente cometeram o grave pecado de não pertencer à religião dos radicais.
O que o mundo assistiu em relação ao jornalista americano (se bem que esse jornalista não pode ser comparado aos cristãos, de maneira alguma, já que era um idiota entusiasta dos islâmicos), é uma realidade bastante conhecida daqueles que acompanham as notícias sobre os cristãos perseguidos. No entanto, nunca a mídia se interessou em divulgar isso.
Nos últimos dias, até de maneira surpreendente, alguma repercussão tem sido dada à perseguição a cristãos, principalmente no Iraque. Isso, porém, tem dois motivos, que não são absolutamente nobres. O primeiro deles reside no fato que a culpa pelo recrudescimento dessas perseguições pode ser lançado sobre os Estados Unidos. Segundo essa lógica, foi a intervenção americana naquele país que despertou a sanha dos grupos radicais. Foi a desestabilização do governo local que permitiu que milícias jihadistas atuassem com certa liberdade naquele país. Apesar de alguma correção nesse pensamento, na verdade, se os Estados Unidos falharam em algo foi, sob as ordens do Obama, que, inclusive, recebeu um prêmio Nobel por isso, terem retirado suas tropas muito antes do devido. Mas para a mídia, o que importa, é dizer que a intervenção causou o problema. Interessa dizer que a culpa é americana. De fato, divulgam as notícias mais por antiamericanismo do que por obrigação jornalística.
O segundo motivo para a mídia começar a divulgar algo, é porque o problema realmente está completamente fora de controle. Para os jornais ocidentais divulgarem cenas de cristãos tentando fugir do martírio certo, é sinal que o problema por lá está insuportável. É uma demonstração de que o que está ocorrendo ali é um verdadeiro genocídio.
E esse tipo de ação está se espalhando. Os crimes islâmicos estão se tornando mais comuns e estão se disseminando por várias regiões. No entanto, por aqui, continuamos tratando tudo apenas como um probleminha localizado.
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.


Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.