TIPOS DE CRENTES

“Oh Happy Day”: artista plástico revela que música o fez enxergar a fé e abandonar o ateísmo






A música “Oh Happy Day” foi a ferramenta usada por Deus para falar com o artista plástico Charles Mackesy e acabar com sua falta de fé.
Mackesy – que atualmente é um artista badalado, disputado por celebridades – revelou que era um ateu, mas durante um festival de música na cidade de Glastonbury, na Inglaterra, ouviu a canção “Oh Happy Day” e foi impactado de forma tão intensa que chorou copiosamente.
Quando se recompôs da forte emoção, chegou à conclusão de que deveria “haver mais sobre isso, mais do que os olhos podem ver”. Ele contou seu testemunho em uma entrevista à emissora Christian Broadcasting Network.
“Jesus calmamente me colocou em uma viagem para encontrar pessoas muito bonitas, e foi ali que a minha arte começou realmente”, disse Mackesy. “Eu sentia dentro de mim, como se Ele dissesse: ‘Olha, como é lindo aquele cara que está sentado naquele banco’. Eu nunca o tinha sentido antes dessa forma”, acrescentou.
Nascido na Inglaterra, em 1962, o artista revelou que iniciou sua carreira durante os anos 1980, realizando sua primeira mostra em um pub, em 1984. “Eu não estudei arte, apenas me mantive ocupado – trabalhando como cartunista para a revista ‘Spectator’, como ilustrador para a ‘Oxford University Press’, desenhando anúncios para jornais diários e fazendo projetos de cartazes para os a ‘Cockspur Rum”, relembrou.
A grande virada na profissão veio acompanhada da virada pessoal e sua conquista da fé: “Eu sou cauteloso para explicar o que eu acho que o trabalho está dizendo, por medo de afastar você de algo novo que você tenha visto e que eu não consegui enxergar. Eu poderia concluir dizendo que a vida é preciosa, a fé é uma viagem e, por vezes, a arte pode dar um pequeno vislumbre desses momentos, visíveis e invisíveis”, concluiu o artista, que hoje expõe em galerias de cidades como Edimburgo, Nova York e Londres.






Ex-lésbica e ativista do feminismo, evangelista testemunha jornada de reencontro com Deus





Uma mulher que abandonou a fé cristã ao deixar a casa de seus pais, tornando-se lésbica e feminista extremista, testemunhou seu reencontro com Deus e revelou que hoje é uma pregadora do Evangelho para a comunidade LGBT.
Quando completou sete anos que havia deixado a casa de seus pais, Michelle D. Smith foi visitá-los e levou consigo sua companheira e a filha dela. Ao chegarem, foram recebidas com amor, mas sua mãe a chamou de canto para dar um recado: “Michelle, eu te amo e todas vocês são bem-vindas para ficar aqui esta noite. Mas vocês vão ter que dormir em quartos separados”. Furiosa, ela recusou e foi procurar um hotel.

“Macumbeiro perverso”, diz Caio Fábio sobre Agenor Duque, que amaldiçoou fiel; Assista






O reverendo Caio Fábio, fundador do movimento Caminho da Graça, comentou um episódio recente protagonizado pelo autointitulado apóstolo Agenor Duque, líder da Igreja Plenitude do Trono de Deus, como uma perversidade.
No programa Papo de Graça, exibido no portal Vem & Vê TV, Caio Fábio refere-se a Agenor como um “macumbeiro perverso, bruxo, feiticeiro pós-moderno neopentecostal”, devido ao episódio em que o líder evangélico amaldiçoa um fiel que discordou de sua pregação, dizendo que ele “nunca mais” andaria.
“Cada vez que você levanta a mão e diz ‘amém’ para um negócio desse é uma aceitação da descerebração, do poder do pânico e do medo”, asseverou Caio Fábio. Recentemente, o reverendo (ex-sacerdote da Igreja Presbiteriana) suscitou a ira de outro líder neopentecostal, o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago.
Caio considera o comportamento dos evangélicos neopentecostais como uma versão contemporânea de adeptos do paganismo: “[São] bruxos, praticantes de magia negra pentecostal, em nome de Jesus […] Filhos do diabo, pois quem odeia é do diabo. Esse espírito de violência não procede de Deus”, observou.
Aprofundando-se nas ameaças comuns entre esses líderes, o reverendo apontou que “não dá pra dizer que isso tem a ver com Deus, tem a ver com o diabo”, afirmou, reiterando que, mesmo sendo um propagador do Evangelho, não quer ser chamado de evangélico, pois essa nomenclatura, atualmente, está associada a um grupo de pessoas que “pioram o mundo para os outros”.
Assista no vídeo abaixo o comentário do reverendo Caio Fábio:



“Perdoe-os”, clama menina cristã antes de morrer queimada por terroristas do Estado Islâmico





As atrocidades promovidas pelos terroristas do Estado Islâmico chocam o mundo inteiro, mas sua perseguição a cristãos continua a gerar exemplos de mártires que não abandonam a fé e a postura ensinada por Jesus Cristo.
Uma menina cristã de apenas 12 anos de idade foi capturada pelos extremistas em sua casa, em Mosul, no Iraque, e queimada viva. Acudida por populares, agonizou nos braços da mãe, e durante seus últimos suspiros, fez uma oração, clamando “Perdoe-os”.
O testemunho dessa mártir foi compartilhado durante uma conferência sobre perseguição religiosa contra cristãos, realizada em Nova York (EUA) em maio, segundo informações do Christian Today.
As testemunhas que presenciaram o crime contaram que a menina tomava banho quando os extremistas muçulmanos bateram à porta da casa, dando um ultimato: “Vocês tem duas opções: ou saem ou pagam a jizya (imposto cobrado aos cidadãos não muçulmanos)”, disseram os militantes do Estado Islâmico à mãe da garota.
Acuada, ela aceitou pagar, mas pediu que os extremistas aguardassem: “Eu vou pagar, só me deem alguns segundos, a minha filha está no chuveiro”, respondeu a mulher. Nesse momento, os extremistas invadiram a residência: “Você não tem alguns segundos”, disseram, antes de atear fogo à casa.
Mãe e filha fugiram, mas a menina tinha queimaduras gravíssimas pelo corpo, e foi socorrida às pressas. No hospital, ela morreu nos braços da mãe, pedindo que Deus perdoasse a intolerância dos muçulmanos.
“No meio da escuridão, há luz, há esperança”, disse Jacqueline Isaac, a defensora dos Direitos Humanos que relatou a história no evento #WeAreN2016 (“#NósSomosONazareno2016”, em tradução livre).

Publicado por Tiago Chagas 

Paz no Coração - Paulo Junior

Versículos sobre Oração - Seja intimo de Deus através da oração.




A oração é uma das principais formas de desenvolver intimidade com Deus. A oração de um justo é poderosa e eficaz, e ela é uma das principais armas de todo aquele que crê.
Podemos ser felizes porque Deus sempre ouve a oração daqueles que se aproximam com humildade.

Oração na Bíblia


Versículos do Dia para reflexão





Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
Jó 42:2



Mas ele respondeu: As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.
Lucas 18:27

Fiocruz identifica Aedes naturalmente infectado pelo zika vírus AFP AFP 23 de maio de 2016



Mosquitos Aedes aegypti são vistos em um laboratório, em São Paulo, no dia 8 de janeiro de 2016

Ver as imagens



Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) encontraram pela primeira vez no Brasil exemplares do Aedes aegypti naturalmente infectados com o zika - uma "identificação inédita", que reforça que esse mosquito é a principal via de transmissão do vírus no país, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira.
O estudo foi realizado com mosquitos coletados em três bairros da cidade do Rio de Janeiro com casos notificados de zika.
Durante 10 meses, os pesquisadores examinaram 1.500 mosquitos de diversas espécies, e encontraram a presença do vírus em três conjuntos de Aedes aegypti. Entre os mosquitos capturados, nenhuma outra espécie estava infectada.
Até o momento, só se conhecia um grupo de mosquitos "naturalmente infectados" pelo zika vírus em todo o continente americano, o Aedes albopictus, segundo uma publicação recente do Ministério da Saúde do México.
O chefe do Laboratório de Mosquitos Transmissores de Hematozoários do IOC, Ricardo Lourenço, líder do estudo, explicou que para determinar que a transmissão de uma doença é feita por um tipo de inseto, é necessário identificar primeiro o aparecimento desta espécie naturalmente infectada sobre o terreno e depois provar que esse vetor é capaz de transmitir o vírus.
"Nosso Laboratório constatou cientificamente essas duas questões, que são fundamentais para se compreender a transmissão do vírus, estimar o risco de propagação da doença e orientar as ações de controle", disse o pesquisador.
Para Ricardo Lourenço, fatores como o comportamento, a distribuição e a densidade populacional do Aedes nas regiões brasileiras podem ter contribuído para a rápida propagação do Zika.
Cientistas suspeitam que o vírus está estreitamente relacionado com os 1.384 bebês que nasceram com microcefalia e os 59 que morreram devido a esta malformação congênita no país, segundo o último boletim do Ministério da Saúde.
Em fevereiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que um possível vínculo entre o vírus zika e o surto de casos de microcefalia deveria ser estudada, já que representa uma "emergência de saúde pública de alcance internacional".
Nesta segunda-feira, a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, afirmou que a epidemia de zika na América Latina é resultado do abandono das políticas de combate aos mosquitos dos anos 70 e da falta de acesso a serviços de planejamento familiar no continente.
A Fiocruz desenvolve atualmente uma vacina contra o vírus, que também pode causar problemas neurológicos como a síndrome de Guillain-Barré, que provoca paralisia e pode levar à morte do paciente.

É um cadáver? Viajante incomum passa por raio-X de aeroporto dos EUA

Yahoo Notícias

sex, 20 de mai 10:56 BRT
Todos os dias, agentes que cuidam do raio-X dos aeroportos dos Estados Unidos encontram diversos itens inusitados e perigosos nas malas e no corpo de passageiros, como armas de fogo, facas disfarçadas dentro de pentes e até animais vivos.  
No entanto, na última semana, os profissionais de segurança tiveram que lidar um tanto quanto assustador. Chegou ao aeroporto Hartsfield-Jackson Atlanta - o mais movimentado dos EUA e do mundo - o que parecia ser um cadáver em estado de decomposição. 



Fãs de ficção poderiam ainda pensar que se tratava de um zumbi – ainda mais porque Atlanta foi um dos cenários da série televisiva “The Walking Dead”.A figura, porém, era um boneco de dimensões humanas usado na refilmagem do clássico do terror “O Massacre da Serra Elétrica” que foi lançada em 2003.  
De acordo com o Daily Mail, o boneco chegou de cadeira de rodas e foi colocado deitado na esteira de um dos aparelhos de segurança do Hartsfield-Jackson. As imagens foram divulgadas no Instagram da Transportation Security Administration (TSA), responsável pela segurança dos sistemas de transportes dos Estados Unidos. 

Foto: Reprodução Instagram 


Follow by Email

DIAS DO BLOG ON LINE.